Como aproveitar a festa de casamento e atender a todos

Talvez uma das maiores preocupações de uma noiva, no dia de seu casamento, seja conseguir se desdobrar em duas para dar conta de tudo: casar, se divertir com o seu noivo e sua família, e garantir que os convidados sejam bem recepcionados e servidos.
Apesar de esse ser o dia oficial de comemoração e alegria, após tantos meses de preparativos, tensão, ansiedade e correria, várias outras pessoas importantes na sua vida estarão presentes nesse momento e merecem todo o cuidado e atenção que forem possíveis, afinal, os noivos são os anfitriões do evento.
A festa de casamento é o momento de alegrias e descontrações, após as emoções e lágrimas da cerimônia, tenha ela sido realizada na igreja, no cartório ou no próprio local da comemoração. A oficialização do casamento marca uma nova fase na vida do casal e, obviamente, traz uma carga emocional bastante intensa, principalmente em momentos como a benção, a assinatura e o “sim”, tanto para os noivos quanto para quem está presente, dividindo esse instante tão único.
Justamente por isso, seus convidados merecem seu carinho e atenção, em especial na recepção, seja almoço, jantar, coquetel ou brunch. Mas fique tranquila: eles sabem que o dia é do casal, e que vocês são apenas dois para cuidar de todos ao mesmo tempo.
Sempre que puder, passe nas mesas para agradecer a presença dos convidados e, se conseguir, sente-se um pouquinho com eles para um papo rápido. Fique pelo menos dez minutos em cada mesa. Além de uma questão de etiqueta, isso já será o suficiente para mostrar que você se importou com a presença deles.
Durante a hora da dança, caia na pista com os seus amigos e familiares, dance com eles, relaxe e sorria! Ao final da festa, tente cumprimentar e se despedir das pessoas, na medida do possível. Lembre-se que nesse momento você poderá contar também com a ajuda dos pais e madrinhas para falar com todos e transmitir a sua gratidão.

Fonte: Guia de Casamento

Por que usamos aliança no dedo anelar?

Quantas vezes você já sonhou que em um determinado momento e ainda sem esperar, recebia a famosa caixinha de veludo com uma aliança dentro? É o grande desejo da maioria das mulheres em todas as partes do mundo. Mas porque usá-la na mão esquerda?
A palavra aliança tem origem no latim com a palavra alligare e quer dizer uma relação de proximidade, pacto ou união. Fazer uma aliança com alguém quer dizer que quer fazer um acordo ou uma junção. A forma arredondada demonstra que é um pacto eterno sem inicio e sem fim, representa o amor contínuo.

A Origem

A origem do uso da aliança é muito antiga. Dizem que por volta do ano 3.000 a. C. os egípcios e hindus já a usavam simbolizando um compromisso ou um trato.
O uso da aliança de noivado foi imposta pelo Papa Nicolau I no ano de 860, por um decreto que a tornou obrigatória assim que os noivos demonstravam a intenção de se casar. Com a cerimônia passava-se a aliança à mão esquerda.

O Dedo Anelar

Sobre o uso no quarto dedo, a teoria mais aceita diz que no quarto dedo ou anelar passa uma veia que vai direto ao coração. Outra teoria afirma que o anelar é o dedo menos utilizado, assim, foi o escolhido para carregar a aliança.
Uma crença muito popular na China diz que ao unir as duas mãos como se fosse rezar, deixando apenas as palmas unidas todos os dedos são capazes de se abrir, menos os anelares que ficam praticamente unidos.
Várias teorias e crenças definem o porquê e aonde, mas o que realmente importa é que a aliança simboliza o vínculo ou o compromisso com o amor do casal. Por isso gravar seus nomes com datas ou uma linda frase de amor é mais um detalhe para caracterizar a união do casal neste símbolo que é a aliança.

Fonte: Casamentos

Dicas para incluir animais em seu casamento

Os animais de estimação fazem parte da vida de muitos casais. Cachorros e gatos de várias raças e tamanhos, papagaios, tartarugas, além de aves, roedores e até cobras. E se eles estão no nosso cotidiano, por que não poderiam participar do dia mais importante de nossas vidas? Confira 10 dicas para tornar este sonho possível:

1.    O animal precisa ser sociável, gostar de ficar entre as pessoas, mesmo estranhas, para participar desse tipo de evento. Muitos bichinhos ficam tímidos ou assustados nessas situações;
2.    Pergunte se o local aceita a entrada de animais. Em especial para casamento em igreja, capela ou templo. Mesmo em sítio ou praia, é importante fazer essa verificação para evitar problemas;
3.    Conferir se pessoas envolvidas na cerimônia são alérgicas a animais. Fale com o celebrante, padrinhos e madrinhas, pajens, daminhas, pais, mães, etc;
4.    Veja também se alguém tem medo extremo da espécie, principalmente os que irão se aproximar do animal. Muita gente sofre de fobia e pode entrar em pânico;
5.    Escolha com antecedência um ou dois convidados mais próximos que ficarão cuidando do pet. Precisa ser alguém que ele não estranhe e que se disponha a fazer o serviço com prazer, inclusive ter que levar o bichinho para casa antes do fim do evento;
6.    É bom que o animal conheça o local da cerimônia com antecedência para não estranhar no dia. Leve o bichinho ao local, passeie um pouco com ele, dê um tempo e veja como ele reage;
7.    Defina o papel do animal na cerimônia e treine-o bem, inclusive com a música que será executada na hora. Se necessário, peça ajuda de um adestrador profissional, como nos casos de cães que levam alianças;
8.    Se ele for usar roupinha ou acessório especial (chapéu, gravata, plaquinha, entre outros) é bom que ele experimente tudo antes para se sentir à vontade no dia;
9.    Não dependa exclusivamente do bichinho. Tenha um plano B, caso no dia o pet não esteja “disposto” a colaborar;
10.    Determine e comunique se o seu pet deverá ser o único bichinho permitido no casamento ou se os convidados também poderão trazer seus animais de estimação. Nesse caso, todo o cerimonial deverá estar preparado para receber os bichos também (comidas, espaço, entre outros).

Fonte: Guia de Casamento

Qual vestido de noiva combina com você?

O momento da escolha do vestido de noiva é sempre esperado com um misto de alegria e preocupação. Tendências de moda, casamentos mais recentes na mídia, escolhas que as amigas fizeram nos seus casamentos, opiniões de pessoas mais próximas… Tudo isso pode afetar sua decisão, mas nada é tão determinante quanto à imagem que você construiu para si, como noiva, ao longo dos anos.

Se você ainda está com muitas dúvidas, confira algumas opções de vestidos relacionados ao corpo feminino e procure a melhor opção para você. Confira:

ESTILO SEREIA
As saias do estilo sereia favorecem mulheres altas ou medianas. São vestidos perfeitos para mulheres com pernas longas e largas! Os modelos sereia casam muito bem com a sensualidade da mulher brasileira.

wedding-dresses-1485984_960_720

ESTILO SEMI-SEREIA
São vestidos de noiva sensuais que não tolhem os movimentos porque se abrem a partir das coxas. Para noivas clássicas, elegantes, atemporais. Se a noiva quiser compor um visual mais sóbrio, pode recorrer ao corte semi-sereia, em que a saia fica aderente até os quadris, abrindo levemente a partir daí. Os modelos de vestidos de noiva semi-sereias vestem bem mulheres de qualquer idade e com curvas. Cauda pequena, removível ou não, vai muito bem para essas noivas.

ESTILO FLUÍDO

São para aquelas noivas que mencionam como principal característica do vestido que pretendem a leveza. Os modelos de vestidos de noiva fluídos têm saias rodadas, sem volume, de corte império ou saindo da cintura. São ideais para noivas despojadas, para casamentos em capelas ou bufês durante todo o dia. Com plissados super femininos, decotes assimétricos, drapeados, laços e flores de tecido, eles ficam perfeitos para noivas românticas.

ESTILOS RODADOS
Com cintura bem marcada, estes modelos ficam perfeitos para noivas bem jovens e românticas. Já os vestidos de noiva com saias rodadas, com volume a partir do quadril, vestem bem quase todas as mulheres, magrinhas ou cheinhas, compondo um visual chique. A cauda é sempre desejável, seja grande ou um simples varre-chão, dependendo do modelo, horário do casamento e estatura da noiva. Decote tomara-que-caia, decote coração ou ombro-a-ombro acompanham bem esses modelos de vestidos de noiva.

ESTILOS GODÊS
São modelos de vestidos de noiva com saias com corte “atravessado” no tecido, o que lhes dá um caimento extremamente elegante. Eles vestem muito bem a maioria das noivas, alongando e afinando a silhueta. Mas podem também ser bem amplas, em godê duplo. O ar romântico destes vestidos de noiva depende da escolha do tecido.

ESTILOS FUCHÔSwedding-day-1443584
São modelos de vestidos de noiva com saias rodadas, volumosas, com ”repuxos” do tecido, normalmente fino e armado. São elegantíssimos e não deixam nenhuma noiva passar despercebida.
Dão um visual de princesa para noivas modernas. Não “engordam”, porque se tornam volumosas apenas a partir do quadril, disfarçando quem tem centímetros a mais ou dando uma ilusão mais arredondada às noivas mais magrinhas.

ESTILOS CURTO-LONGOS
São modelos de vestidos para noivas clássicas e comportadas e, de repente… Prontas para a balada! É uma opção para noivas modernas, que querem estar elegantes na cerimônia e curtir a festa de casamento. Estes vestidos são feitos para as noivas de atitude e vestem bem todas as noivas que se sentem bem com seu corpo. Tomara que caia, uma alça só ou frente única complementam bem esses modelos de vestidos de noiva.

 

ESTILOS EVASÊS
São modelos de vestidos de noiva com saias amplas ou mais sequinhas e são sem dúvida o corte mais democrático: ficam bem para todas as noivas. Sem costura na cintura, com nesgas partindo do busto, estes modelos alongam e afinam a silhueta. Ótimas para disfarçar quadris largos e bumbuns volumosos, os cortes ajudam a arredondar o corpo de noivas muito magras e os detalhes da barra ajudam a diminuir a altura.

Fonte: Center Noivas

Conheça o ritual da areia para seu casamento

Véu, grinalda, buquê de flores e vestido branco: todas essas coisas remetem ao tão sonhado casamento. Mas, atualmente, areia colorida, mudas de plantas e moedas também começaram a ser ligados a cerimônia. Seguindo tendências, as celebrações matrimoniais deixaram de lado o formato tradicional para assumir novas identidades, buscando transformar esse acontecimento tão especial em algo verdadeiramente inesquecível.

Cerimonia-da-arvoreNa era moderna as coisas andam mudando bastante, e com isso surgiram novas alternativas de como tornar o grande momento da sua vida ainda mais bacana. Uma proposta legal é um casamento alternativo, diferente dos moldes convencionais. Talvez até tenham alguns tradicionalismo, como a troca de alianças, o discurso dos padrinhos, mas por que não mudar um pouco?

Em seu repertório encontram-se celebrações como a Mexicana, na qual o noivo oferece 13 moedas que simbolizam a riqueza e dádivas à futura esposa; Cerimônia da Árvore, na qual os noivos plantam uma muda de árvore em um vaso como marco da união, prometendo cuidar dela como cuidarão um do outro. Uma das mais procuradas é a Cerimônia das Areias, que consiste em depositar areia de diferentes cores em um único vaso, onde cada cor simboliza algo positivo para a nova vida a dois e conta com a participação de pais e padrinhos. Cada cor tem um significado diferente, como por exemplo:

Dourada: riqueza;
Rosa: beleza, saúde, romantismo e sensualidade;
Preto: dignidade, fantasia e luxo;
Branca: paz e pureza;
Lilás: intuição e espiritualidade;
Marrom: maturidade, responsabilidade e consciência;
Vermelha: amor e desejo;
Amarela: prosperidade;
Verde: esperança e calma;
Azul: lealdade, fidelidade, sutileza, entre outras.

Alguma dessas tradições te chama atenção? Que tal incluí-las em sua cerimônia e encher o momento com mais emoção?

Fonte(s): Folha Geral, FB Imprensa

Casamento é uma das prioridades da geração Z

Casar, ter filhos e buscar uma casa própria ainda são escolhas importantes para os jovens, conforme revela o mais recente Estudo Global da Nielsen sobre Geração Global e Estilo de Vida. Segundo a pesquisa, realizada com 30 mil pessoas de 60 países diferentes, casar está nos planos de 19% da chamada geração Z, que tem entre 15 e 20 anos, e de 17% da geração Y, que tem entre 21 e 34 anos. Sendo assim, 36% dos jovens consideram o casamento um objetivo importante, estando entre seus principais sonhos e metas.

Mas querer nem sempre é de fato casar. No Brasil, por exemplo, os casamentos se concretizam cada vez mais tarde. Nas décadas de 80 e 90, os homens se casavam com 27 anos, em média, e elas com 24. O levantamento mais recente mostra noivos com 33 e noivas com 30 anos. Casar mais tarde pode ser um sinônimo da geração de igualdade no trabalho, onde homens e mulheres buscam formar carreiras profissionais de sucesso ou no mínimo estáveis antes de firmar o compromisso.

Apesar das taxas de casamentos e nascimentos estarem em decadência em muitos países pelo mundo, comprar uma casa, se casar e ter filhos permanecem como metas para muitos jovens. Aproximadamente um quinto dos entrevistados da Geração Z e Y considera comprar uma casa (21% e 22%, respectivamente) e aproximadamente 10% (11% e 13%, respectivamente) considera ter filhos como um dos três principais desejos para o futuro.

Fonte: Wedding Guide

Ideias de mesas criativas para festas de casamento

Em uma festa de casamento, são os detalhes que fazem toda a diferença. Pequenos mimos na decoração podem deixar o evento mais charmoso e dar a cara dos noivos para o momento especial. Para ajudar, veja dicas de decorações de mesas para ousar no casório:

Mesas de convidados

Apostar em cores únicas garante muito charme nas mesas,
além de conferir um visual clean e minimalista. Nestas situações,
menos é bem mais!

reserved-186322_960_720   wedding-785350_960_720

Aposte nos detalhes! Para um estilo rústico, utilize
materiais que remetam ao conceito. Para decorações
mais chiques, a combinação de cores suaves é essencial.
Entre de cabeça no visual da festa e invista em cada peça!

cutlery-1375780_960_720   flower-69722_960_720


Mesa de recepção e do bolo

Para noivos mais vintage, o uso de móveis
de madeira e decorações dão o tom retrô perfeito à festa.
Você também pode receber os convidados
com bebidas ou aperitivos para abrir a festa.
Para a mesa do bolo, inove com seu
gosto e criatividade, abusando da inovação.

wedding-1271078_960_720   wedding-1103981_960_720

affair-1238438_960_720   wedding-cake-1027900_960_720   wedding-cake-851450_960_720

Não se esqueça de enfeitar bem o topo!
O toque final dos noivos em sua decoração…

marriage-794317_960_720   wedding-cake-407170_960_720


Mesas de doces

Apostar na simplicidade em sua decoração
ajuda a criar destaque! Quanto mais coloridos
e simples, melhor, combinando ainda com as cores
da sua festa de casamento.

candy-680200_960_720   candy-1457441_960_720
sponge-cake-929286_960_720

Fonte: R7 Entretenimento

Na porta da igreja, mulher descobre que é a noiva

Planejar um casamento pode ser um período recheado com muitos problemas ao longo do ano (ou até mais tempo) que antecede a festa. Mas já imaginou ter o seu grande dia programado secretamente por outras pessoas e só chegar para aproveitar? Pode parecer impossível, mas foi o que aconteceu com Nadia Siementkowski. Em 19 de dezembro de 2015, ela se casou com Cleber, seu namorado desde os 17 anos, na cidade natal deles, Balneário de Piçarras, em Santa Catarina, e não precisou tomar nenhuma decisão sobre o evento.

Nadia, 35, e o marido Cleber, 34, são casados no civil desde 2005, mas ainda acalentavam o sonho de uma celebração junto dos amigos e familiares. Por conta dos problemas de saúde da mãe dela e o pouco tempo que passam no Brasil, pois moram na Suíça, Nadia estava prestes a desistir da ideia. Cleber, no entanto, decidiu realizar o desejo da parceira: preparou um casamento surpresa com apoio de familiares em apenas dois meses, antes de eles chegarem de férias ao país, no final do ano passado.

Tudo começou com um convite (falso, é claro) para que os noivos fossem padrinhos do casamento de Vagner e Vanessa, primos de Cleber. Nadia conta que não desconfiou de nada e ficou muito animada porque nunca havia sido madrinha. Feito o convite, o outro passo foi resolver o vestido de noiva. Vanessa falou que as madrinhas alugariam no mesmo lugar um modelo curto branco, porque ela queria se casar com outra cor. E Nadia caiu na história.

O tempo foi passando e Daniela e Danúbia, irmãs de Cleber, atualizavam o noivo sobre todos os detalhes que iam sendo fechados. Segundo ele, depois de tanto falarem a respeito do assunto, Nadia havia dado algumas pistas sobre como gostaria de casar e até os padrinhos que gostaria de ter no altar. No convite dos 250 escolhidos para participar da festa, havia uma observação para que o evento fosse mantido em sigilo. E, apesar da ansiedade do noivo, tudo transcorreu em segredo. “Às vezes, tinha vontade de olhar algo, mostrar para ela o que me mandavam, falar com algum convidado, mas me segurei”, contou Cleber.

Como Nadia e Cleber se casariam em uma igreja católica, foi preciso dar um jeito para contemplar rituais obrigatórios, como curso de noivos e a confissão pré-casamento, sem despertar a atenção da noiva. “O padre nos liberou do curso, e minha sogra disse que eu precisava me confessar porque ela havia feito uma promessa em meu nome”.

NADIA

No dia do casamento, o irmão de Nádia a buscou, e estavam atrasados. “Pensei que o casamento já tinha começado, pois quando cheguei a porta estava fechada. Entrei em pânico ao imaginar que estava estragando o casamento dos meus primeiros afilhados. De repente, a porta abriu e meus sobrinhos vieram até mim com uma plaquinha com os dizeres: ‘a noiva é você’”.

Na porta da igreja, ela recebeu um tablet com um vídeo em que os primos de Cleber revelavam a surpresa. Com os convidados à sua espera, ela recebeu uma cauda para pôr no seu vestido e um buquê, para, então, assumir o papel de noiva. “Foi muito emocionante. Amei e faria tudo do mesmo jeito que eles escolheram para mim”.

Fonte: UOL Estilo

Imagem: Reprodução/Illusion Studio

Aluguel VS. Compra: a dúvida cruel

Tanto em casamentos quanto em festas de debutante, a dúvida entre comprar ou alugar o vestido está sempre presente. Para tomar esta difícil decisão, alguns fatores devem ser levados em conta: orçamento, variedade de opções e desejo por exclusividade são alguns dos principais pontos. Quais são as vantagens de cada forma? Confira e escolha o que vale mais a pena para você:

Comprar o vestido

A maior vantagem de comprar o vestido (ou optar pelo primeiro aluguel) é a garantia de que seu look de festa será exclusivo, mas é importante lembrar que isso vai custar mais caro. Então, reserve uma parcela maior do seu orçamento. O mais legal: você poderá guardar para sempre uma lembrança de um momento especial da sua vida. Se quiser, ainda pode fazer algumas modificações no vestido e usar em outra ocasião… por que não?

Alugar o vestido

A maior vantagem é a economia, pois o aluguel normalmente é a melhor opção para o bolso. Outra vantagem é que você libera espaço no seu guarda-roupa. Vestido de festa tende a ser volumoso! Se você for alugar dois ou mais vestidos, prefira sempre fechar tudo em uma única loja. Além de ser mais prático (você busca e devolve tudo no mesmo lugar), é mais fácil conseguir um desconto. E aí, qual será sua escolha?

Fonte: Capricho

Tendências para casamentos em 2016

A partir do gosto e estilo próprio de cada um, algumas das maiores tendências do ano podem servir de inspiração para seu casamento. Desde lugares para celebrar até decorações de mesa, conheça algumas dicas que estão populares neste ano e junte as melhores referências para organizar sua cerimônia:

Casamento na fazenda

O estilo continua em alta! Compreender a natureza em sua cerimônia é uma tendência que já existe há alguns anos, mas continua forte. A tranquilidade e o ar puro dos espaços abertos são um diferencial entre o rústico e o luxuoso, que é contemplado com decoração dourada, candelabros e toques clássicos.

Decoração metalizada

Os tons metálicos, como o cobre,estão entre as cores favoritas para dar brilho à festa de casamento. Dourado e prata são cores que combinam com uma enorme variedade de tons, permanecendo desde as temporadas passadas como um forte aliado nas mesas e salões.

Bolo “não tão” naked

Não que os naked cakes tenham saído de moda, mas os semi-naked, ainda com impressão informal, são a tendência do momento. Um pouco mais coberto, o bolo tem acabamento mais reto, com decoração mais criativa e incrementos no topo.

Dica-21

Estações gastronômicas

Diminuir a formalidade dos pratos de prata é uma boa pedida para deixar seu casamento mais íntimo. Ilhas gastronômicas em diversas estações, com variedade de comida e fartura, evitam filas e garantem maior fluidez no bufê. As opções oferecidas devem combinar com os noivos e o perfil da festa.

Convites com toque pessoal

Chega de padrões impressos! Com ilustrações, caligrafias personalizadas ou pinturas em aquarela, os convites artesanais dão toque pessoal e adicionam personalidade.

Vídeos instantâneos
buque broche
Quem ainda assiste aos longos vídeos de casamento com uma hora de duração, tão comuns há alguns anos atrás? Que tal, para inovar, um vídeo de menos de 1 minuto? Os vídeos instantâneos de casamento têm como principal proposta disponibilizar material de qualidade para as mídias sociais dos noivos, que podem ser filmados e editados no próprio local do casamento. Os micro-vídeos são ótimos para dar a impressão de detalhes da festa em curto tempo.

Buquê de broche

Uma opção criativa para noivas clássicas, o buquê de broche substitui a tradição de forma leve e charmosa. Com a alta quantidade de detalhes, a noiva pode acrescentar joias e combinar cores da melhor forma possível.

Fonte(s): Vestida de Noiva e Colher de Chá Noivas

Página 7 de 8« Primeira...45678