Dicas para incluir animais em seu casamento

Os animais de estimação fazem parte da vida de muitos casais. Cachorros e gatos de várias raças e tamanhos, papagaios, tartarugas, além de aves, roedores e até cobras. E se eles estão no nosso cotidiano, por que não poderiam participar do dia mais importante de nossas vidas? Confira 10 dicas para tornar este sonho possível:

1.    O animal precisa ser sociável, gostar de ficar entre as pessoas, mesmo estranhas, para participar desse tipo de evento. Muitos bichinhos ficam tímidos ou assustados nessas situações;
2.    Pergunte se o local aceita a entrada de animais. Em especial para casamento em igreja, capela ou templo. Mesmo em sítio ou praia, é importante fazer essa verificação para evitar problemas;
3.    Conferir se pessoas envolvidas na cerimônia são alérgicas a animais. Fale com o celebrante, padrinhos e madrinhas, pajens, daminhas, pais, mães, etc;
4.    Veja também se alguém tem medo extremo da espécie, principalmente os que irão se aproximar do animal. Muita gente sofre de fobia e pode entrar em pânico;
5.    Escolha com antecedência um ou dois convidados mais próximos que ficarão cuidando do pet. Precisa ser alguém que ele não estranhe e que se disponha a fazer o serviço com prazer, inclusive ter que levar o bichinho para casa antes do fim do evento;
6.    É bom que o animal conheça o local da cerimônia com antecedência para não estranhar no dia. Leve o bichinho ao local, passeie um pouco com ele, dê um tempo e veja como ele reage;
7.    Defina o papel do animal na cerimônia e treine-o bem, inclusive com a música que será executada na hora. Se necessário, peça ajuda de um adestrador profissional, como nos casos de cães que levam alianças;
8.    Se ele for usar roupinha ou acessório especial (chapéu, gravata, plaquinha, entre outros) é bom que ele experimente tudo antes para se sentir à vontade no dia;
9.    Não dependa exclusivamente do bichinho. Tenha um plano B, caso no dia o pet não esteja “disposto” a colaborar;
10.    Determine e comunique se o seu pet deverá ser o único bichinho permitido no casamento ou se os convidados também poderão trazer seus animais de estimação. Nesse caso, todo o cerimonial deverá estar preparado para receber os bichos também (comidas, espaço, entre outros).

Fonte: Guia de Casamento